Terrier Escocês

O Scottish Terrier, também conhecido como Scottie, é uma raça de cães de pequeno a médio porte originária da Escócia. É conhecido pelos seus membros curtos, cabeça alongada e natureza ativa.

Detalhes gerais

O peso do Scottish Terrier situa-se entre os 8 e os 10 quilogramas, sendo os machos ligeiramente mais pesados do que as fêmeas. A altura ao garrote é de cerca de 25 centímetros. Pertence ao grupo 3 da Fédération Cynologique Internationale (FCI) que agrupa os Terriers. Para além disso, a sua esperança de vida é de 11 a 13 anos.

Breve história da raça

É uma antiga raça de cães originária da Escócia. A sua história remonta ao século XVIII, quando foi desenvolvido como cão de caça de pequenos animais e roedores. Ao longo da história, o Scottish Terrier foi apreciado tanto pela realeza como pela classe trabalhadora, sendo considerado um símbolo da cultura escocesa. No século XIX, tornou-se popular em Inglaterra e nos Estados Unidos, onde também foi criado e exibido em exposições caninas. Na sociedade atual, o Scottish Terrier continua a ser uma raça muito apreciada e popular como companhia familiar.

Características da raça

O Scottish Terrier é uma raça de constituição compacta e membros curtos. A cabeça é longa em relação ao resto do corpo e os olhos são castanhos escuros e amendoados. As orelhas são erectas e pontiagudas e a cauda é de comprimento médio e portada na vertical ou com uma ligeira curva. O pelo exterior é duro e áspero, enquanto o subpêlo é macio e lanoso. A pelagem proporciona uma excelente proteção contra o clima frio e húmido da Escócia. As cores características desta raça são o preto, o amarelo e o branco. O Scottish Terrier é um cão fiel, leal e nobre. Embora possa ser reservado e independente, a sua coragem e inteligência sobressaem no seu comportamento. É um companheiro valioso que dá amor e proteção à sua família, demonstrando sempre um carácter equilibrado e nunca mostrando agressividade desnecessária.

Doenças comuns

O Scottish Terrier, com os melhores cuidados e atenção, pode desfrutar de uma vida longa e saudável, embora esteja predisposto a certos problemas de saúde. Entre as doenças ou distúrbios mais comuns contam-se a displasia da anca, a luxação patelar, a doença do disco intervertebral, as cataratas, a atrofia progressiva da retina, o glaucoma e o hipotiroidismo. Para além das condições acima referidas, o Centro de Informação sobre a Saúde dos Caninos (CHIC) da OFA (Orthopaedic Foundation for Animals) recomenda um teste de rastreio cardíaco, um teste de ácidos biliares e um teste para detetar a deficiência de fator VII.

Ainda não conheces a verdadeira natureza do teu cão?

Desvende os segredos do ADN do seu animal de estimação com as nossas duas gamas.

starter

Raças + Traços físicos

advanced

Saúde + Raças + Traços físicos

Promoção Dia do DNA

Só até 25 de Abril

-15% nos nossos testes de ADN para cães

Utilize o nosso código DNA15