Rat Terrier

O American Mouse Terrier é uma raça de cão pequena e enérgica originária dos Estados Unidos, conhecida pela sua agilidade e capacidade de caçar roedores.

Detalhes gerais

De acordo com as normas da FCI (Fédération Cynologique Internationale), o seu peso ideal situa-se entre 3,6 e 7,3 quilogramas. Em termos de altura, ronda os 20 a 28 centímetros ao garrote. Esta raça pertence ao Grupo 3 da FCI, que agrupa os Terriers. Quanto à sua esperança de vida, esta varia geralmente entre os 12 e os 15 anos.

Breve história da raça

O American Mouse Terrier, também conhecido como "Rat Terrier", tem as suas origens nos Estados Unidos. Esta raça foi desenvolvida no século XIX a partir de cruzamentos entre vários terriers europeus e raças americanas locais. Ao longo da história, o American Rat Terrier desempenhou um papel crucial na proteção das culturas e das propriedades, mantendo as pragas afastadas e provando o seu valor como cão de trabalho. Atualmente, o American Mouse Terrier ganhou popularidade como cão de companhia.

Características da raça

O Ratoner Terrier é uma raça de pequeno a médio porte, caracterizada pela sua musculatura bem desenvolvida. A cabeça é larga e tem uma forma distinta de cunha. Os olhos do Ratoner Terrier são redondos, de tamanho pequeno e, normalmente, variam entre o castanho-escuro e o âmbar. As orelhas são em forma de V e podem ser erectas ou semi-erectas (orelhas de botão). A pelagem é curta e densa, com uma textura suave ao toque. Embora a maioria tenha um pelo liso, há também cães com pelo comprido. As cores mais comuns são o branco, o preto, o castanho e o chocolate. Os cães malhados ou marcados também podem ser encontrados em combinações de cores como preto e branco, branco e castanho, tricolor e tigrado. Os Mouse Terriers são muito activos e precisam de exercício regular para se manterem felizes e saudáveis. São cães curiosos e inteligentes, o que os torna fáceis de treinar. Têm uma boa relação com crianças e outros animais de estimação e gostam muito da companhia humana.

Doenças comuns

Algumas das doenças mais frequentemente observadas nesta raça incluem a luxação patelar, a surdez, a catarata e a distrofia da córnea. Para além das condições acima referidas, o Centro de Informação sobre a Saúde dos Caninos (CHIC) da OFA (Orthopaedic Foundation for Animals) recomenda um exame de rastreio cardíaco e oftalmológico (anualmente até aos 8 anos de idade), bem como uma série de testes para avaliar a doença de Legg-Calve-Perthes, a luxação primária do cristalino, a displasia da anca e do cotovelo.

Ainda não conheces a verdadeira natureza do teu cão?

Desvende os segredos do ADN do seu animal de estimação com as nossas duas gamas.

starter

Raças + Traços físicos

advanced

Saúde + Raças + Traços físicos

Promoção Dia do DNA

Só até 25 de Abril

-15% nos nossos testes de ADN para cães

Utilize o nosso código DNA15