Pastor dos Pirinéus

O Pastor dos Pirinéus é uma raça de cão de tamanho médio originária dos Pirinéus. É conhecido pelo seu pelo denso e resistente, bem como pela sua natureza ágil e enérgica. Esta raça tem sido tradicionalmente utilizada como cão de pastoreio e de trabalho nas montanhas, demonstrando capacidades de pastoreio e de guarda.

Detalhes gerais

Os machos desta raça medem entre 40 e 49 centímetros ao garrote, enquanto as cadelas medem entre 38 e 47 centímetros. Em termos de peso, os machos costumam pesar entre 10 e 14 quilogramas, e as fêmeas entre 8 e 12 quilogramas. O Cão de Pastor dos Pirinéus pertence ao Grupo 1 da FCI, que inclui cães pastores e cães de gado. Vive normalmente entre 12 e 15 anos.

Breve história da raça

É uma raça de cão originária dos Pirinéus, uma cadeia montanhosa que se estende entre Espanha e França. A sua origem remonta a séculos atrás, onde foi desenvolvido para pastorear o gado nas regiões montanhosas. Ao longo da história, o Pastor dos Pirinéus desempenhou um papel vital na vida dos pastores da região. A sua principal função era cuidar e proteger o gado, guiando-o através do terreno acidentado das montanhas. A sua bravura, resistência e capacidade de trabalho em equipa tornaram-no uma ferramenta indispensável para os pastores.

Características da raça

O Pastor dos Pirinéus é uma raça de tamanho médio com um aspeto astuto. A cabeça é triangular, com olhos castanho-escuros, ligeiramente amendoados, e orelhas curtas, triangulares, pendentes ou parcialmente erectas. A pelagem pode ser lisa ou ondulada e forma uma espécie de juba à volta do pescoço. Em termos de cor, o Pastor dos Pirinéus pode ter uma grande variedade de tonalidades. As cores mais comuns são o branco, o cinzento e o preto, embora também se possam encontrar exemplares com manchas ou tonalidades castanhas, avermelhadas ou mesmo azuis. Para além do seu aspeto físico, o Pastor dos Pirinéus caracteriza-se por ser um cão ativo, inteligente e enérgico. São excelentes pastores e guardiões, demonstrando um forte instinto protetor em relação à sua família e ao seu território.

Doenças comuns

A raça do Pastor dos Pirinéus caracteriza-se por uma boa saúde. No entanto, são propensos a desenvolver certas perturbações ou patologias como a displasia da anca, a luxação patelar, a surdez hereditária, o entrópio, a atrofia progressiva da retina, a dermatite atópica e a pioderma.

Ainda não conheces a verdadeira natureza do teu cão?

Desvende os segredos do ADN do seu animal de estimação com as nossas duas gamas.

starter

Raças + Traços físicos

advanced

Saúde + Raças + Traços físicos

O teste de ADN que procurava